Campanha chama atenção para a matança de cães e gatos para a confecção de roupas de luxo

Ao contrário do que muitos imaginam, nem toda pele falsa é realmente falsa. Para fazer o acabamento de casacos, luvas e até chapéus milhares de cães e gatos todos os anos são sacrificados para que sua pelagem seja utilizada. Em países como África do Sul, por exemplo, os animais são criados apenas para este triste fim.

Todos os dias estima-se que 5,4 mil cães e gatos sejam mortos no país. O pior é que muitos lojistas não sabem disso, muito menos o consumidor final, o que dificulta o fim dessa matança.

Diante dessa realidade, como conscientizar a população a respeito desses milhares de assassinatos cometidos todos os dias? Pensando nisso, a agência Ogilvy de Johannesburg desenvolveu uma ação para o movimento Fur Free. A ação foi ao mesmo tempo sensível e eficaz para debater o assunto. Em parceria com a conceituada designer Jenna Cliffors foram desenvolvidas roupinhas de cachorro com um espaço vazio na estampa. A ideia é mostrar que naquele lugar haveria pelo de cachorro de verdade.

Junto às peças também foram desenvolvidas tags especiais contando sobre a matança de animais para o mercado de pele. As peças foram expostas em salões de beleza renomados, frequentados por celebridades e seus pets. Com a campanha a ideia é que esses formadores de opinião divulgassem a causa em suas redes sociais e assim, ajudassem a conscientizar a população.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s