Verão exige cuidados redobrados com a saúde de cães e gatos

O verão costuma trazer um problema sério para quem tem cães e gatos: a proliferação de pulgas e carrapatos. Isso ocorre porque o período mais quente do ano é propicio para a reprodução de ectoparasitas, conforme explica a médica veterinária Vanessa da Silva Lopes, responsável técnica do Laboratório Veterinário Mundo Animal. “O calor e a alta umidade da época são ideais para o surgimento de pulgas e carrapatos, que pode ser agravado se cuidados básicos por parte dos tutores não forem tomadas”, afirma.

A especialista explica que pulgas e carrapatos podem acarretar sérias doenças aos animais. “Além da anemia, devido à perda de sangue em casos de infestação intensa, cães e gatos podem desenvolver dermatite alérgica, tifo e até mesmo peste bubônica”, comenta. E como não há vacinas que previnam os animais de doenças ocasionadas por picadas de ectoparasitas, a melhor alternativa para evitá-las é a prevenção.

Manter a higiene do animal em dia e realizar a desinfecção do ambiente em que o cão ou gato passam boa parte do tempo são duas medidas que podem prevenir e tratar o problema. “Desinfetar o ambiente com produtos específicos vendidos em pet shops, pelo menos, uma vez por semana, além de utilizar shampoos anti-pulgas e outros produtos que previnam ectoparasitas ainda é a melhor remédio”, garante Vanessa.

Em animais que já possuem pulgas e/ou carrapatos, a solução é recorrer a um médico veterinário que recomendará os produtos certos para o tratamento. “Os mais indicados são coleira anti-pulgas, spot on (pipeta de colocar no pescoço) e remédios em spray”, explica a especialista.

A veterinária alerta ainda para a importância desses medicamentos serem receitados por um veterinário, já que eles apresentam algumas contraindicações. “Não é recomendado ficar reaplicando os produtos no animal, pois isso pode intoxicá-lo. Os gatos também merecem atenção especial, já que eles exigem produtos específicos e atestados para a espécie”. É importante também, segundo Vanessa, que o tratamento prossiga até que os ectoparasitas tenham sido eliminados, para que o problema não persista.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Linha Antiparasitária, Mundo Animal na Mídia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s